Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marcos Resende Coisas

Marcos Resende Coisas

Coisas de Max Nunes

Max Nunes 04.jpg

      
Índice Coisas ○ Índice Geral 

01.
Há certas coisas na vida que a gente não pode deixar passar: principalmente se for goleiro.
 

02.
No dia em que um padeiro tapou o buraco de uma rosca, estava inventada a bolacha.
 

03.
Aqueles que acham que os pais devem ouvir os filhos, é porque os filhos não tocam guitarra.

04.
Houve um tempo em que no Brasil ninguém tinha dinheiro: é hoje.

05.
Para não pensarem que eu me casei com o Arturzinho por causa do dinheiro dele, eu já gastei tudo.

06.
A única coisa que eu posso fazer pela liberdade da mulher, é continuar solteiro.

07.
Se a mulher tivesse duas bocas, seria ótimo: podia falar em dois telefones ao mesmo tempo.

08.
Em toda família nasce sempre um imbecil: é horrível a posição de filho único.

09.
O Renato só me beijava na testa: ontem eu comprei um salto mais alto.


10.
O casamento é realmente uma grande escola, mas com poucas horas de recreio.

11.
A vantagem de se ter um filho gêmeo é que de noite um berra tanto que você não ouve o outro.

12.
O sujeito que aposta a própria mulher no pôquer é capaz de tudo: até de ficar triste, se perdê-la.


13.
Não suporto beijar mulher que bebe: tenho que esperar ela acabar de beber.

14.
Pai que sustenta filho casado, não é pai: é mãe.

15. 
Um dos piores lugares pra saúde é capítulo de novela: tem sempre alguém doente.

16.
O pára-quedas é o único meio de transporte que, quando enguiça, chega mais depressa.

17.
Pedestre é o sujeito que atravessa a rua pela última vez.

18.
Esposa ideal é aquela que ajuda o marido a lavar a louça da janta.

19.
Casamento: é como um sujeito que quer tomar um copo de leite e compra uma vaca.

20.
Se a pérola é uma doença de ostra, um colar de pérolas não deixa de ser uma epidemia.

21.
Anda tudo tão caro, mas tão caro, que hoje, até quem desdenha não quer mais comprar.

22.
Era um relógio tão cheio de tics, tão cheio de tics, que nem se ouviam os tacs.

23.
Era um cuco tão pontual, tão pontual, que só saía de costas... pra poder conferir as horas.

24.
Não é preciso voltar a permitir o jogo para que os turistas deixem ficar aqui os dólares que trazem: os assaltantes se encarregam disso. 

25.
Se as crianças de hoje serão os homens de amanhã, de onde virão as mulheres?

26.
Os camelos podem ficar dias e dias sem beber água: os nordestinos, também. 

27.
Há pessoas que, por dinheiro fazem qualquer negócio: até trabalham.

28.
Escolha seu candidato à vista e arrependa-se a prazo.

29.
Quando dois motoristas marcam um encontro, é um desastre.

30.
A guitarra elétrica fez mudar muita coisa: meus vizinhos mudaram todos.

31.
Milhares de padres do mundo inteiro querem ter o direito de casar; depois de conhecerem o céu, estão querendo conhecer o inferno.


Max Nilton Figueiredo Pereira Nunes
, carioca (17.04.1922 — 11.06.2014),
formado pela Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de
Janeiro. 
Consagrado autor do rádio e da televisão.

 
Índice Coisas ○ Índice Geral