Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marcos Resende Coisas

Marcos Resende Coisas

Coisas de Don Rossé Cavaca

Don Rossé Cavaca.jpg

 
Índice Coisas ◦ Índice Geral 


01.

A Bíblia conta, à sua maneira, que Adão também comia maçãs em outra macieira.

02.
Graças à liberdade de ir e vir, assegurada na constituição, o nordestino tem 8 milhões e 525 mil quilômetros quadrados para morrer de inanição.

03.
O cravo brigou com a rosa. Motivo: intriga. O pólen do crisântemo pôs a rosa de barriga.

04.
Morreu de infarto o João. O comentário geral: que ótimo coração!

05.
Vocês não têm que opinar coisa alguma sobre a nacionalização das fábricas de brinquedos. Isto não é assunto de criança!

06.
Na situação em que me encontro, se puserem um revólver na minha frente, eu vendo imediatamente.

07.
Pede-se uma reforma agrária e trocam os nomes de alguns cereais.

08.
Deixar de amá-la depois de dez anos de casados, só se eu não tivesse senso de responsabilidade.

09.
“Hay gobierno? Soy contra!”

10.
Assaltado o Banco do Brasil... por ladrões de verdade.

11.
Meu bem, agora desliga a televisão que eu quero te apresentar os amigos que jantaram conosco.

12.
Na reunião de cúpula do Centro de Pesquisas, a ciência revelou aspectos surpreendentes; descobriram doze moléstias até então inexistentes.

13.
A professora exigiu que o menino pobre levasse lápis de cor, mas não disse a cor.

14.
Compreendo, compreendo, eu também sou um incompreendido.

15.
É profundamente ridículo este teu corpo praticando boas ações.

16.
O goleiro é um desgraçado. Até onde ele pisa não nasce grama.

17.
Na promiscuidade dos bairros que crescem em sentido vertical, há binóculos de comprovada experiência sexual.

18.
O solteirão sem atrativos segue o destino: Cibalena à noite para dormir com algo feminino.

19.
Chinelo embaixo da cama conforto é. Mas cadê o outro pé?

20.
Vendo para Seleções um conto neo-realista bem do tipo Seleções. Tanto que narra a história de um soldado destemido que perdeu pernas e braços, ficou cego, surdo e mudo. Azar inqualificável: até neurose incurável. Voltou da guerra e internou-se no Centro de Readaptação de Ex-Combatentes. Lá se casou por amor com a filha do diretor, que lhe tirou da cabeça todas as coisas complexas. Hoje ele é UM FELIZ FAZENDEIRO NO TEXAS.

21.
É tanta polícia que a gente fica sem a mínima garantia.

22.
A sífilis e as capitanias eram hereditárias.

23.
Bons tempos aqueles! Como se ganhava pouco!

24.
Não é para te elogiar não, mas o enterro do teu pai estava um show.

25.
Humoristas lutam agora por um mundo menos engraçado.

26.
É a quinta massa fria vinda do Sul que o Rio desmoraliza.

27.
Agora, gostaria que as senhoras fizessem silêncio, mas todas ao mesmo tempo.

28.
Os dois são Deuses, mas o da direita tem mais experiência.

29.
Letra V da cartilha contemporânea? Vina viu vovô se virando.

30.
Alguns átomos também se consideravam íntegros.

31.
Depressa, Pedro! Grite logo, que estamos às margens do Ipiranga e a letra do hino já está pronta.
 
32.
Há milhares de notas falsas em circulação, mas tão prestativas que conquistaram a confiança de todos.

33.
Que corrupção é esta que a gente morre sem conseguir atingi-la?

34.
Flagrei minha mulher me pegando em flagrante.

35.
Um destes viveiros que matam de inveja os passarinhos livres.

36.
Acredito na sua honestidade, mas a quadrilha já está formada.

37.
Tem cura, doutor? Se tem, vamos desenterrá-lo.

38.
Bebeu veneno e o legista descobriu que era uma solução.

39.
Só sabe contar pré-histórias.

40.
Que foi que você sentiu quando soube que havia nascido no Brasil?

41.
Prancha de furar ondas e caixa de Modess por mais que você embrulhe, todo mundo sabe o que é.
 
42.
Na promiscuidade dos bairros que crescem em sentido vertical, há binóculos de comprovada experiência sexual.

43.
É tanta polícia que a gente fica sem a mínima garantia.

Um Riso em Decúbito.jpg


José Martins de Araújo Júnior (27 de março de 1924 - 24 de dezembro de 1965), mais conhecido como Don Rossé Cavaca foi excelente jornalista, ator genial, produtor e ator de TV, inventor e construtor de coisas (consta que construiu um automóvel no quintal de sua casa, a alavanca de marchas era uma maçaneta de porta), humorista, poeta, boêmio. Enfim, um cara formidável. É considerado o precursor das pegadinhas na televisão brasileira. Foi com a "Câmera Indiscreta do Cavaca", feita em filme 16 mm, em 1965 na Rede Globo, que tudo começou. 

Em 1961 reuniu alguns trabalhos num livro de alto nível, Um Riso em Decúbito, (editado e distribuído pelo autor, nem Deus sabe como, segundo ele). Morreu pouco depois, quando voltava da redação da Tribuna da Imprensa, jornal carioca, num estúpido desastre de lambreta.
 

Índice Coisas ◦ Índice Geral